quinta-feira, 24 de novembro de 2005

Furacões e Terremotos

Quem disse que no Brasil não tem furacão e terremoto? Tem sim! Estou presenciando um na minha vida, exatamente neste momento. Ele chegou há uns 15 dias e ainda não foi embora!!!
Uma prova disso é que eu não postei ontem. E eu estava aqui, com acesso à Internet, sem o menor problema. Mas ontem eu estava tão triste, mas tão triste! Eu não conseguia escrever nada. Geralmente, quando estou triste, eu escrevo que nem uma maluca, sem parar. Mas quando estou no grau de tristeza que estava ontem, eu não consigo nem pensar direito, nem digitar eu estava conseguindo.
Ao que se deve? É o seguinte: até agora, eu tenho TENTADO cursar Engenharia Elétrica. Sim, sim, tentado porque é difícil demais. O primeiro ano eu comecei em 2001, na faculdade "X". Cursei enfrentando muitos problemas de compreensão (e eu não sou assim tão burrinha, sempre tive notas altas no colégio, nunca tive dificuldade de aprender), estudei de Domingo a Domigo. Se você fosse em minha casa no Sábado, eu estaria na faculdade até às 18h, tendo aula e estudando. E no Domingo, provavelmente eu estaria na faculdade, pelo menos meio período, estudando. Consegui passar, carregando APENAS uma DP. No segundo ano, continuei estudando que nem uma maluca, tive vários problemas pessoais, e enfim, consegui passar, me esforçando que nem uma louca, fazendo "exame" de quase todas as matérias, e passei para o terceiro ano com duas DPs. Fui para o terceiro ano, e aí não aguentei. Vivia cansada, desanimada, me sentindo com o coração pesado e triste, não tinha a menor vontade de ir às aulas, de estudar, e não é que eu tenha me tornado uma relaxada. Eu não aguentava mais, mesmo, principalmente o fato de estudar que nem maluca e não conseguir entender nada. E não achem que estou fazendo drama. Quando eu digo que não entendia nada, era NADA mesmo. Adivinhem? Repeti. Como o curso na faculdade "X" estava também indo de mal a pior, tirando 3 notas D consecutivas no Provão, e era muito longe, resolvi mudar para uma faculdade "Y", perto da minha casa, que tinha nota A no Provão. Para o mesmo curso. Com o aproveitamento de matérias, ficou definido que eu teria de cursar a partir do segundo ano, com duas DPs do primeiro ano. Comecei. E logo parei. Não consegui acompanhar, não dá, não entendo, não consigo, é demais para a minha cabeça, demais. Eu me sinto cada dia mais cansada e sabe, exausta mesmo! Parece que estou carregando o mundo nas costas e me sinto a cada dia mais deprimida, pois não consigo.
Agora estou pensando em mudar de curso. Penso em fazer Análise de Sistemas, e fui até aprovada na faculdade que pretendia (a faculdade "Z"), mas estou com muito medo. Pois se mudar de curso, terei de sair do meu estágio (que eu adoro, ganho bem, é perto de casa, tenho muitos benefícios). Não sei o que fazer. E ontem eu estava extremamente triste porque Ximbico não passou no vestibular. Ele ia cursar comigo. Acho que ficaria mais segura se ele tivesse passado também, pois disse a Deus que se ambos passássemos eu saberia que Ele estaria me dizendo que poderia fazer a mudança em paz. Mas ele não passou, e eu jamais esperava isso. Fiquei sem chão. Não sabia o que fazer.
Conversei com meus amigos, conversei com Ximbico, conversei com minha avó. Agora, estou mais em paz. Tem muita gente orando por mim, e sei que vou tomar a decisão correta. Preciso decidir até amanhã, que é quando encerram-se as matrículas. Estou tentada a mudar, e é o que vou fazer, caso nada aconteça que me faça sentir que seja melhor não mudar. Vamos ver.

_____________________*****o0*O*0o*****_____________________

Mudando de assunto... eu ia fazer a blusa de Ximbico sem cavas, pois não sabia fazê-las. Aí a Rejane me mandou um maravilhoso e-mail me ensinando tintin por tintin como fazer. Entendi, mas estava meio receosa de fazer, pois depois tinha de encaixar as mangas também nestas cavas, e eu estava com medo de fazer sozinha. Daí ontem minha avó tricoteira foi para minha casa, e... tchanan!!! Fizemos na prática para eu aprender... a parte das cavas e a parte das diminuições das mangas. Vou aproveitar que ela vai ficar em casa pelo menos essa semana inteira, e vou me dedicar ao projeto da blusa. A bolsa vai esperar mais um pouquinho. Assim, eu faço as cavas enquanto ela está lá. Além disso, vou pedir ajuda a ela para decifrar os aumentos das mangas, e para descobrir qual a maneira mais fácil de pegar os pontos depois que os arremato (eu simplesmente não consigo mais achar os pontos depois que arremato eles!).

_____________________*****o0*O*0o*****_____________________

Estou vendo uns serviços de CAD para fazer em casa. Orem por mim. Pelo menos se eu sair da empresa onde faço estágio, não vou passar fome, pelo que parece...

_____________________*****o0*O*0o*****_____________________

Hoje de manhã, vim escutando rádio, e passou uma música com a qual me identifiquei muito. Descobri qual música era e consegui a letra.


Paula Lima - É Isso Aí

É isso aí
É isso aí
Preparei uma roda de samba só pra ele
Mas se ele não sambar isso é problema dele
Entreguei um palpite seguro só pra ele
Mas se ele não jogar isso é problema dele
Isso é problema dele
Isso é problema dele
Isso é problema dele
Esse problema é só dele

Tô cansada de andar por ai curtindo o que não é
Preocupada em pintar uma jogada que da pé
Só que tem que eu to numa tão certa que ninguém me diz
Quem eu sou o que devo fazer o que eu não fiz

Separei um pedaço de bolo só pra ele
Mas se ele não provar isso é problema dele
Inventei na semana um domingo só pra ele
Se ele for trabalhar isso é problema dele

Comprei roupa sandália e sapato só pra ele
Mas se ele não usar
Isso é problema dele
Aluguei uma roda gigante só pra ele
Mas se ele não rodar
Isso é problema dele


Não é que eu esteja brava com Ximbico porque ele não esteja fazendo alguma coisa... nada disso, rsrsrs... o fato é que eu queria ser mais assim, com todas as pessoas. Fazer minha parte, o melhor que possa, e depois conseguir realmente me convencer de que, se as pessoas não aceitam aquilo que lhes ofereço ou se não fazem suas próprias partes, isso é problema delas e não meu. Que não tenho que (e nem posso) ficar melindrada quando ofereço algo às pessoas e elas não dão valor, ou recusam. Como a música diz, "Isso é problema delas..."
Até mais!!! E muito obrigada pelas visitas e pelos comentários!!!

6 comentários:

Rato Branco do Laboratorio da UNB disse...

olá paty vc recebeu meu e-mail?

Paty Bello disse...

Oi Flávio,
recebi sim... estou vendo direitinho, essa semana estou enrolada, mas gostei do template... vamos ver.
Obrigada.

maxell + bellíssima do planeta disse...

po mano vc é muito feia cara,vai procurar alguém do seu nível,esse rato branco do laboratório da unb,já é meu.

maxell + bellíssima do planeta disse...

kd vc cara,foi embora é ficou c/ medo.
além de feia é medrosa pq ñ fala alguma coisa?

maxell + bellíssima do planeta disse...

kd vc cara,foi embora é ficou c/ medo.
além de feia é medrosa pq ñ fala alguma coisa?

maxell + bellíssima do planeta disse...

kd vc cara,foi embora é ficou c/ medo.
além de feia é medrosa pq ñ fala alguma coisa?