segunda-feira, 12 de dezembro de 2005

Nem sei por onde começar

Gente, de uma hora para outra, apareceu tanta, mas tanta coisa para eu fazer, que eu não sei nem por onde começar! Agora, o que eu sei, é que infelizmente, o blog vai ficar por último... ainda mais porque meu chefe está estressado hoje, então se eu puder me fazer em três, para cada uma ir fazendo um dos inúmeros trabalhos a serem feitos, será o mínimo que ele espera de mim. A cada dia mais eu percebo que, apesar de não parecer, sou apenas mais uma marionetezinha.
Mas isso vai mudar. Já está na hora de ser alguma coisa. 22 anos, estou cansada de nunca ser nem ter nada, e ser o tempo todo mandada. Pára. Eu vejo todo mundo decolando, e eu vou ficando para trás. Mas, agora, chega! Estou, finalmente, começando a construir o meu futuro.
Antes tarde do que nunca.

Só um comentário tardio: o que eu acho engraçado é que, apesar de EU ser estagiáriA da Engenharia, sempre que tem uma "virada" (serviço externo totalmente técnico) interessante para se fazer, sempre é o estagiáriO de vendas que é chamado para acompanhar e aprender... o que é bem engraçado... mas compreensível... é só prestar atenção nas letras maiúsculas... eu sou mulher, né? Meu lugar é na beira do fogão... e é por isso que a cada dia mais eu falo: estou cansada de não ser nada, mas estou começando a construir o que eu vou ser... e pode crer, daqui eu não quero mais nada...


Sim, estou chateada com o emprego.

Um comentário:

Concessimus Litteras Sigilli Nostri disse...

Olá patricia, queria saber o que vc achou do template, se vc gostou ou não?
vou ficar aguardando ok.

bjos.

Flávio Brasília DF